segunda-feira, 16 de novembro de 2009

Renovação.

Humm. QUANTO TEEEEMPO! Rs. Saudades imensas desse blog, nossa! Mas voltei. Não sei se é para ficar, ao menos para contar coisinhas novas ;).

Estou numa fase de reindentificação com as pessoas. Nem sei se existe de fato a palavra reidentificação. Mas eu sou uma mulher moderna e adepta de neologismo, então... Simbora! Rs. Estou me interessando por novas coisas, novas pessoas, e vendo pessoas que sempre estiveram comigo com novos olhos. A partir de uma nova perspectiva, esse sentimento está sendo no mínimo interessante.

Estou mais miguxa S2 do que nunca... Ando precisando de amizades reais, presentes. E essa minha nova visão, esse meu novo ponto de observação anda me ajudando muito, ao menos do ponto de vista do autoconhecimento, neah. E o bom disso tudo é que estou aprendendo a ter mais carinho por pessoas que passavam meio batidas, sei lá. Não é "batida" a palavra correta, mas estou olhando o céu com menos nuvens, saca? Vejo meu pai como um confidente, um amigo mesmo. Bebo cerveja e como caranguejo com ele aos domingos. E isso é muito bom. Me sinto mais próxima dele, sem aquela distancia de pai e filha. Meu namoro também está assim, afinado... mais próximo, sem jogos. Viramos cúmplices.

Não sei se isso se chama amadurecimento. Ou miguxice... ou até migussixe... HAHAHA. Mas ando de coração aberto, sem procurar tensões, sem muito enganos, aprendendo a lidar de maneira equilibrada com as diferenças, estou percebendo melhor as pessoas, as escolhas, os olhares. A minha vontade mesmo é de gostar das pessoas, me divertir... amar. Gosto de conversar, abraçar e falar aquelas bobagens beeem toscas. Ando afim de ter um cordãozinho "Friends Forever", de ligar para uma amiga para contar causos. Talvez esteja baixando a adolescência. Mas estão não estou amadurecendo! Iiiih... rs.
A questão é a seguinte: quero dar carinho, ser amiga e ter amigos. Me preocupar com os problemas de outra pessoa de forma racional, quero crescer afetivamente. Quero ser importante para alguém. Eu quero muito fazer falta para as pessoas. Porque as pessoas fazem falta para mim. E eu acho muito bom, não... não a pessoa estar ausente mas eu sentir que aquela pessoa é superfoda e que se ela estivesse ali, dando seus pitacos a festa estaria mais divertida, sabe? É muito bom gostar das pessoas.
Ontem mesmo eu estava conversando sobre amizades com meu namorado e disse para ele: Bruno, a felicidade para mim é estar com uns amigos bebendo cerveja e ouvindo um som... Rs. Eu saio de alma lavada quando estou numa situação dessas. Tem gente que para se sentir com o espírito em paz tem que ir à Igreja.... Eu só preciso estar entre amigos! ( Tchururutchi, vc tbm é meu amigo!...rs).
Essa galera que estou me identificando a pouco vem me surpreendendo muito... Elas se completam, sabe? Cada uma de um jeito totalmente diferente da outro, o que faz qualquer festa beeem eclética e diversificada! Rs, e o que há em comum é a vontade de ser feliz e se fazer bem, um ao outro. E é isso que eu acho mais foda de tudo. E acho que é estar ao lado dessa galera que me transforma todos os dias, que me faz enxergar tudo cheio de cores, sentir abraços apertados... Às vezes me pergunto se eles não são um grupo de conspiradores a fim de me fazer sofrer uma mutação e virar emo... rs.
Então, aproveitarei esse dedo de prosa virtual para agradecer por tantos momentos divertidos, de apoio, de papo cabeça e de taaaantas besteiraaas. Ah! Não posso deixar de prestar homenagens à Buba que tantas vezes foi o foco de nossas conversas e provocou tantos risos em cabeças cansadas de fazer provas e seminários... :D

Um comentário:

brownbubbles disse...

Owwwwnnn! Claudielle agora virou miguxa, êêêêê! o/

Eu também sinto essa necessidade o tempo inteiro e me apeguei totalmente às amizades. Antes eu acho que não dava o valor certo, hoje eu vejo que são as minhas forças.

É muito melhor quando a gente se entrega desse jeito e fica de migussixe :P

E um VIVA para a Buba! :D